Image hosted by Photobucket.com
2.11.06
 

Joe McPhee e Paul Hession encontraram-se pela primeira vez quando o percussionista britânico visitou os EUA, por alturas de 2002. A agenda incluía concertos em Nova Iorque e Chicago, passava por Boston, e acabava em Amherst, Massachusetts. Michael Ehlers, da Eremite Records, arranjou as coisas de maneira a que o encontro incluísse uma data na cidade de Amherst, Massachusetts, a encerrar a digressão. Nela também participou Paul Flaherty. Depois disso, contentes com a empatia gerada, ficou marcado um segundo encontro para quando Mcphee fosse a Inglaterra retribuir a visita, o que veio a dar num programa curto, de quatro concertos apenas. Dois deles (no Termite Club, Leeds, e Frakture, Liverpool) foram gravados por Geoff Clout e estão sintetizados em A Parallax View, 55 minutos do que de melhor se terá passado naquelas duas cidades, em 20 e 21 de Janeiro de 2003. George Haslam deu a música à estampa na Slam Productions. A Parallax View são seis visões nas quais Joe MpcPhee dá largas ao seu belíssimo tom, doce e agreste, tanto em tenor como em soprano. Misterioso, McPhee continua a ensaiar passos firmes na procura de novos limites para o jazz dos nossos dias. Paul Hession, com a conhecida inclinação para o duo com saxofones, é superior nos efeitos de polirritmia e na criação de movimentos espaciais invulgares, na sequência do que Elvin Jones fazia. A Parallax View é um disco transparente, feito de acertos e encontros felizes na acepção da improvisação total. We know our songs are meant for singing and dancing, celebrating life.

 


<< Home
jazz, música improvisada, electrónica, new music e tudo à volta

e-mail

eduardovchagas@hotmail.com

arquivo

Setembro 2004
Outubro 2004
Novembro 2004
Dezembro 2004
Janeiro 2005
Fevereiro 2005
Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Agosto 2009
Setembro 2009
Outubro 2009
Novembro 2009
Dezembro 2009
Janeiro 2010
Fevereiro 2010
Junho 2011
Maio 2012
Setembro 2012

previous posts

  • Em entrevista a The Milk Factory (2003), Vitor G...
  • ELLERY ESKELIN / QUIET MUSIC Ellery Eskelin - ten...
  • Total Music Meeting/2006
  • George Duke na MPS: espacial, cheio de funk e de s...
  • 7 horas na Praia do Guincho. Novembro, 1, véspera...
  • Scott Yanow ouviu e gostou de Spiritualized. No A...
  • Wayne Shorter Quartet, Marc Copland Trio & Tim Hag...
  • Atente-se nas cinco mais recentes edições da incrí...
  • A história e a lenda contam-no de várias maneiras...
  • All About Jazz New York // Novembro On the Cover:...

  • links

  • Improvisos ao Sul
  • Galeria Zé dos Bois
  • Crí­tica de Música
  • Tomajazz
  • PuroJazz
  • Oro Molido
  • Juan Beat
  • Almocreve das Petas
  • Intervenções Sonoras
  • Da Literatura
  • Hit da Breakz
  • Agenda Electrónica
  • Destination: Out
  • Taran's Free Jazz Hour
  • François Carrier, liens
  • Free Jazz Org
  • La Montaña Rusa
  • Descrita
  • Just Outside
  • BendingCorners
  • metropolis
  • Blentwell
  • artesonoro.org
  • Rui Eduardo Paes
  • Clube Mercado
  • Ayler Records
  • o zurret d'artal
  • Creative Sources Recordings
  • ((flur))
  • Esquilo
  • Insubordinations
  • Sonoridades
  • Test Tube
  • audEo info
  • Sobre Sites / Jazz
  • Blogo no Sapo/Artes & Letras
  • Abrupto
  • Blog do Lenhador
  • JazzLogical
  • O Sítio do Jazz
  • Indústrias Culturais
  • Ricardo.pt
  • Crónicas da Terra
  • Improv Podcasts
  • Creative Commons License
    Powered by Blogger