Image hosted by Photobucket.com
13.12.07
 
Disco recente do guitarrista americano Bruce Eisenbeil, Inner Constellation (Volume One), na NEMU Records. Com Bruce Eisenbeil (guitarra acústica e eléctrica), Jean Cook (violino), Nate Wooley (trompete), Aaron Ali Shaikh (saxofone alto), Tom Abbs (contrabaixo) e Nasheet Waits (bateria). Em 2001, Bruce Eisenbeil, Jean Cook e Aaron Ali Sheik passaram uma temporada a tocar num ensemble dirigido por Cecil Taylor. Essa passagem pelas hostes de Taylor levou Eisenbeil a interessar-me particularmente pelo trabalho que o grupo de Taylor desenvolveu a partir de 1970, com Jimmy Lyons, Raphé Malik, Ramsey Ameen, Sirone e Ronald Shannon Jackson. Foi este o modelo organizacional que o guitarrista pretendeu adoptar para a explanação da sua música, seguindo inclusivamente o mesmo tipo de instrumentação, com a excepção do piano, substituído pela guitarra eléctrica. “Pensei que seria interessante observar a forma como os outros instrumentos podem servir para iluminar as cores da guitarra”, escreveu Bruce Eisenbeil nas notas à edição de Inner Constellation. Para tanto, reuniu o sexteto e desenhou um plano em que os sons foram pensados como se fossem estrelas duma imensa constelação. Tal como as estrelas, os sons, mantendo a sua posição fixa no firmamento, estabelecem entre si diferentes relações de altura, duração, intensidade e timbre, permitindo conectar pontos luminosos e desenhar figuras geométricas ou outro tipo de imagens sugestivas. A música levou dois anos a ser escrita. Seguiram-se cinco meses de trabalho prático, antes de o grupo ir para estúdio. A estratégia de Bruce Eisenbeil para a construção de Inner Constellation, estruturado como uma suite em 27 partes, com a duração total de 47 minutos, foi gizada do seguinte modo: a cada ciclo de música escrita, com enunciação do tema e desenvolvimento colectivo, segue-se a improvisação a cargo de um instrumentista, a quem é dada plena liberdade para criar dentro do enquadramento previamente definido.
Inner Constellation não tem nada de clonização do passado, seja ele de Cecil Taylor ou de qualquer outra grande marca do jazz de outros tempo. Estilisticamente, Bruce Eisenbeil posiciona-se algures entre Derek Bailey e Joe Morris. No modo rápido, ágil e sinuoso como desenvolve as frases melódicas lembra um pouco a maneira de Ornette Coleman. Eisenbeil tem voz própria e trabalho feito e publicado ao longo de uma ainda relativamente breve carreira como líder, iniciada no final da década de 90 com Nine Wings (1997), a que se seguiram Mural (1999), Opium (2001) e Ashes (2002). Antes disso, estudou com grandes mestres, como Joe Pass e Dennis Sandole (também professor de John Coltrane e de Pat Martino) e tocou em variadas formações dirigidas por nomes como Milford Graves, Andrew Cyrille, David Murray, William Parker, Ellery Eskelin ou Gregg Bendian. A preencher o restante o tempo útil, o disco inclui três pequenas peças (Rain in the Face, Cues to the Vagabond e Receding Storm) que não diferem muito das precedentes e bem podiam integrar a suite. Tal como no corpo principal, as progressões são desenvolvidas em plano horizontal, cruzadas pela marcação vertical dos acordes, como texturas estratificadas que facilitam a expressão individual. Do mesmo modo, os riffs de guitarra eléctrica sobrepõem-se ocasionalmente à massa estratificada de texturas sonoras, que ora atingem o limite da saturação, ora se tornam tão finas e planas que quase se desintegram. Exemplo perene de como as secções escritas e improvisadas se imbricam de forma flexível e homogénea. Jazz progressivo fora do comum, Inner Constellation é dos que exige atenção concentrada para melhor fruição.

 


<< Home
jazz, música improvisada, electrónica, new music e tudo à volta

e-mail

eduardovchagas@hotmail.com

arquivo

Setembro 2004
Outubro 2004
Novembro 2004
Dezembro 2004
Janeiro 2005
Fevereiro 2005
Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Agosto 2009
Setembro 2009
Outubro 2009
Novembro 2009
Dezembro 2009
Janeiro 2010
Fevereiro 2010
Junho 2011
Maio 2012
Setembro 2012

previous posts

  • O espectáculo que o grupo WORDSONG vai apresentar ...
  • Sou um admirador confesso do trabalho do Gruppo D...
  • 12 de Dezembro, 22h00 European Movement Jazz Orche...
  • One Night in Burmantofts: os temíveis Alan Wilkins...
  • Aqui para nós, Bob Marsh tem um fraquinho pelo si...
  • Burning Cloud (FMP CD77) com Butch Morris, cornet...
  • 08.12.07 VARIABLE GEOMETRY ORCHESTRA ernesto_rodri...
  • Live In Oxford (FMR), THE CONVERGENCE QUARTET, dis...
  • Ernesto de SousaCentro de Estudos Mixed-Media (ce...
  • VARIABLE GEOMETRY ORCHESTRA em Braço de Prata, Lx....

  • links

  • Improvisos ao Sul
  • Galeria Zé dos Bois
  • Crí­tica de Música
  • Tomajazz
  • PuroJazz
  • Oro Molido
  • Juan Beat
  • Almocreve das Petas
  • Intervenções Sonoras
  • Da Literatura
  • Hit da Breakz
  • Agenda Electrónica
  • Destination: Out
  • Taran's Free Jazz Hour
  • François Carrier, liens
  • Free Jazz Org
  • La Montaña Rusa
  • Descrita
  • Just Outside
  • BendingCorners
  • metropolis
  • Blentwell
  • artesonoro.org
  • Rui Eduardo Paes
  • Clube Mercado
  • Ayler Records
  • o zurret d'artal
  • Creative Sources Recordings
  • ((flur))
  • Esquilo
  • Insubordinations
  • Sonoridades
  • Test Tube
  • audEo info
  • Sobre Sites / Jazz
  • Blogo no Sapo/Artes & Letras
  • Abrupto
  • Blog do Lenhador
  • JazzLogical
  • O Sítio do Jazz
  • Indústrias Culturais
  • Ricardo.pt
  • Crónicas da Terra
  • Improv Podcasts
  • Creative Commons License
    Powered by Blogger