Image hosted by Photobucket.com
5.11.06
 

Há muito que o finlandês Jimi Tenor presta os preitos mais altos a Sun Ra. Da mesma maneira que se conhecem as aventuras de Tenor com os Shamans, a Impostor Orchestra e a City of Women, veículos de expressão de um músico difícil de aprionar num único estilo, por mais multifacetado que ele seja. O que faz mover Jimi Tenor neste mais recente expended play (EP), Sunrise, como noutros discos anteriores, é o soul jazz e a espiritualidade associada ao funk, cuja primeira e principal inspiração vem de mestre Ra, Saturno o tenha em bom lugar – a mesma que tem enformado parte sunstancial do ideário musical de Tenor. Jimi Tenor meets Kabu Kabu, no caso, um grupo de percussionistas africanos dirigidos por Nicholas Addo Nettey. Estruturado em Lahti, cidade onde Tenor reside, e gravado em Helsínquia, as orquestrações de Jimi Tenor exibem arranjos luxuriantes, servidos por um funk duro, em cuja base estão os instrumentos de tecla da predilecção de Ra, como piano Fender Rhodes, órgão Farfisa, Photophone, "symphonic piano" e outros aparelhos aparentados, a base de trabalho de Sunrise. Timo Lassey, Jukka Eskola e Iro Haarla, completam a formação base que dá lastro aos ímpetos criativos de Jimi Tenor. Disponível em LP e em CD (EP) na finlandesa Sähkö/Puu, editora de techno, estilo com que Tenor tem sido bastas vezes associado, umas vezes com propriedade, outras nem tanto, como é o caso de Sunrise. Essencial? Não, mas se estivessemos apenas disponíveis para o essencial, bem poderiamos esperar. Sentados.

 


<< Home
jazz, música improvisada, electrónica, new music e tudo à volta

e-mail

eduardovchagas@hotmail.com

arquivo

Setembro 2004
Outubro 2004
Novembro 2004
Dezembro 2004
Janeiro 2005
Fevereiro 2005
Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Agosto 2009
Setembro 2009
Outubro 2009
Novembro 2009
Dezembro 2009
Janeiro 2010
Fevereiro 2010
Junho 2011
Maio 2012
Setembro 2012

previous posts

  • Solo Trombone © David Dalessandro (latchkey.net) ...
  • VARIABLE GEOMETRY ORCHESTA ernesto_rodrigues viol...
  • Rent Romus, Culture of Pain
  • Nova incursão vandermarkiana pelos domínios da Ter...
  • Shadow & Light - Joe McPhee, Joe Giardullo, Michea...
  • CantoPiano, Giovanni Mirabassi a solo, na série qu...
  • Charlie Mingus em Berlim, 1970 © Karlheinz Klüter...
  • Out to Lunch!, 1964. Will be back, lê-se no cartaz...
  • Joe McPhee e Paul Hession encontraram-se pela pri...
  • Em entrevista a The Milk Factory (2003), Vitor G...

  • links

  • Improvisos ao Sul
  • Galeria Zé dos Bois
  • Crí­tica de Música
  • Tomajazz
  • PuroJazz
  • Oro Molido
  • Juan Beat
  • Almocreve das Petas
  • Intervenções Sonoras
  • Da Literatura
  • Hit da Breakz
  • Agenda Electrónica
  • Destination: Out
  • Taran's Free Jazz Hour
  • François Carrier, liens
  • Free Jazz Org
  • La Montaña Rusa
  • Descrita
  • Just Outside
  • BendingCorners
  • metropolis
  • Blentwell
  • artesonoro.org
  • Rui Eduardo Paes
  • Clube Mercado
  • Ayler Records
  • o zurret d'artal
  • Creative Sources Recordings
  • ((flur))
  • Esquilo
  • Insubordinations
  • Sonoridades
  • Test Tube
  • audEo info
  • Sobre Sites / Jazz
  • Blogo no Sapo/Artes & Letras
  • Abrupto
  • Blog do Lenhador
  • JazzLogical
  • O Sítio do Jazz
  • Indústrias Culturais
  • Ricardo.pt
  • Crónicas da Terra
  • Improv Podcasts
  • Creative Commons License
    Powered by Blogger