Image hosted by Photobucket.com
4.10.07
 
No topo da pilha de discos que encontrei à minha espera na caixa do correio, figurava a muito aguardada reedição de um clássico moderno do pianista Bud Powell (1924-1966), gravado ao vivo em 1961, no Blue Note Cafe, em Paris. Isto é de ir às lágrimas… Powell, com Pierre Michelot (1928-2005) contrabaixo, e Kenny Clarke (1914-1985) bateria. Neste período, são conhecidas as desventuras mentais de Powell, muito ligadas à rigorosa dieta quer fazia, entremeada de copos e opiáceos, mistura que lhe subiu literalmente à cabeça e o arredou do piano antes e depois da data de Live at the Blue Note Café. Nunca mais o pianista acertou o passo com a vida e viria a morrer 5 anos depois. Há quem prefira o Powell inicial, como também há quem goste mais dele bastante usado. Eu prefiro ambos, para dizer a verdade. Nesta altura, em Paris, 1961, Powell aparece enxuto, tanto física e psiquicamente, as mãos voam-lhe sobre o teclado, cheio da verve bop de que foi um dos esteios desde o início do movimento, bem apoiado pela fenomenal secção rítmica formada por Michelot e Clarke, dois maiorais do swing moderno. O disco, reedição do LP Esp-Disk de outrora, em versão revista e aumentada, espraia-se por generosos 69 minutos (There Will Never Be Another You; Thelonious; 'Round Midnight; Night in Tunisia; Lover Man, etc, num total de uma dúzia de temas) e vai beber aos standards do American Song Book, e a Thelonious Monk, Dizy Gillespie, Sonny Stitt e Charlie Parker, entre outros. A edição, com som restaurado e notas de Russ Musto, inclui quatro temas além dos que originalmente a compunham. Neles participa o grande saxofonista tenor da West Coast, Zoot Sims (1925-1985), distinto continuador de Lester Young, que se juntou ao trio no Blue Note Café em Janeiro de 1961, meses antes de ocorrer o registo principal. Zoot está aqui como peixe na água. Enriquece a música com o seus característicos lirismo e swing de marca superior. Se tal fosse possível, beijaria as mãos da Esp-Disk, pela ideia luminosa (mais uma) de reeditar Live at the Blue Note Café, Paris 1961, a bem de todos nós. Saiu a 24 de Setembro.

 


<< Home
jazz, música improvisada, electrónica, new music e tudo à volta

e-mail

eduardovchagas@hotmail.com

arquivo

Setembro 2004
Outubro 2004
Novembro 2004
Dezembro 2004
Janeiro 2005
Fevereiro 2005
Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Agosto 2009
Setembro 2009
Outubro 2009
Novembro 2009
Dezembro 2009
Janeiro 2010
Fevereiro 2010
Junho 2011
Maio 2012
Setembro 2012

previous posts

  • Número de Outubro da All About Jazz New York, 48 p...
  • 3 de Outubro, é dia de aniversário do grande Von F...
  • Bo' Weavil Recordings
  • SUBSTRATUM (CIMP 359), apanha Stephen Gauci em tr...
  • Arthur Doyle plus 4 - Alabama Feeling Arthur Doy...
  • Novas na NotTwo Records, de Marek Winiarski, o n...
  • O Peter Brötzmann’s Chicago Tentet saiu há pouco ...
  • Agora, que passou a ter periodicidade irregular, a...
  • No Avant Garde Project (AGP 69 - flac), Improvisa...
  • Variable Geometry Orchestra - Stills (cs 100)

  • links

  • Improvisos ao Sul
  • Galeria Zé dos Bois
  • Crí­tica de Música
  • Tomajazz
  • PuroJazz
  • Oro Molido
  • Juan Beat
  • Almocreve das Petas
  • Intervenções Sonoras
  • Da Literatura
  • Hit da Breakz
  • Agenda Electrónica
  • Destination: Out
  • Taran's Free Jazz Hour
  • François Carrier, liens
  • Free Jazz Org
  • La Montaña Rusa
  • Descrita
  • Just Outside
  • BendingCorners
  • metropolis
  • Blentwell
  • artesonoro.org
  • Rui Eduardo Paes
  • Clube Mercado
  • Ayler Records
  • o zurret d'artal
  • Creative Sources Recordings
  • ((flur))
  • Esquilo
  • Insubordinations
  • Sonoridades
  • Test Tube
  • audEo info
  • Sobre Sites / Jazz
  • Blogo no Sapo/Artes & Letras
  • Abrupto
  • Blog do Lenhador
  • JazzLogical
  • O Sítio do Jazz
  • Indústrias Culturais
  • Ricardo.pt
  • Crónicas da Terra
  • Improv Podcasts
  • Creative Commons License
    Powered by Blogger