Image hosted by Photobucket.com
12.9.08
 
Photobucket

A coligação que Ken Vandermark criou em 2000 sob a designação de Territory Band, cujos fascículos se têm vindo as suceder ao ritmo regular de um por ano, já vai na sexta proposta de uma série iniciada com Transatlantic Bridge. Toda a sequência da TB – o projecto mais cativante do saxofonista, até à data – tem tido como escopo fundamental investigar as relações entre a composição e a improvisação electroacústica, ou, se se preferir, entre o material pré-escrito e aquele que é composto instantaneamente, utilizando, para o efeito uma instrumentação que inclui elementos acústicos, eléctricos e electrónicos. Banco de ensaio e experimentação de Ken Vandermark, a Territory Band tem servido para expor um vasto conjunto de ideias e conceitos a propósito das relações entre aquelas duas matrizes, tendo como pano de fundo estético as memórias do jazz norte-americano e da livre-improvisação europeia. Para o mais recente episódio (Territory Band - 6 - with Fred Anderson) Vandermark escreveu uma peça longa, Collide (Okka Disk, 2008), dividida em cinco secções, tendo em mente o convite que viria a dirigir a Fred Anderson para participar no projecto. O registo veio a ocorrer no Millenium Park de Chicago, a 24 de Agosto de 2006, no âmbito do programa Made in Chicago: World Class Jazz. Na sequência do movimento anterior, o tríptico New Horse for the White House, de 2005, a escrita simples de Collide serve de base à improvisação por um alargado grupo de músicos, que inclui Ken Vandermark (saxofone tenor e clarinete), Fred Anderson (saxofone tenor), Dave Rempis (saxofones alto e tenor), Fredrik Ljungkvist (saxofones barítono e tenor), Axel Dörner (trompete), Per-Ake Holmlander (tuba), Lasse Marhaug (electrónica), David Stackenäs (guitarra), Jim Baker (piano), Fred Lonberg-Holm (violoncelo), Kent Kessler (contrabaixo), Paul Lytton e Paal Nilssen-Love (bateria e percussão). Collide abre o primeiro andamento num estilo que evoca à distância um enunciado do tipo das Complete Africa/Brass Sessions, de John Coltrane, no arranjo de Eric Dolphy. Daí para frente, são vários os momentos sugeridos, Jazz Messengers, Gil Evans, Art Ensemble of Chicago e Sun Ra, por exemplo, intercalados por outras sugestões do jazz de 60 em diante, do swing e de fora dele, com marcas da tradição europeia do mesmo período, servindo o lendário saxofonista tenor Fred Anderson de insuspeito traço de união. O ambiente geral é propício a fazer brotar o melhor que a capacidade criativa dos improvisadores tem para oferecer e ficou registado naquele que ficará como um dos melhores quadros da Territory Band. O que mesmo assim é difícil de afirmar, já que se trata de um território que inclui peças como Transatlantic Bridge, Atlas, Map Theory, Company Switch, e o já referido New Horse for the White House, discos tão ricos e variados que não deixam grande margem para comparações entre si.

 


<< Home
jazz, música improvisada, electrónica, new music e tudo à volta

e-mail

eduardovchagas@hotmail.com

arquivo

Setembro 2004
Outubro 2004
Novembro 2004
Dezembro 2004
Janeiro 2005
Fevereiro 2005
Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Agosto 2009
Setembro 2009
Outubro 2009
Novembro 2009
Dezembro 2009
Janeiro 2010
Fevereiro 2010
Junho 2011
Maio 2012
Setembro 2012

previous posts

  • Songs of Night and Longing, de Mons Jacet (tube1...
  • Jez Nelson apresenta a partir desta noite e durant...
  • XI FESTIVAL INTERNACIONAL DE ÓRGÃO DE LISBOA 12 de...
  • «Commissioned by the Model Arts and Niland Galler...
  • Jimmy Behan - In the Sudden Distance [zym020]
  • Notícias da RogueArt, Paris: PETER KOWALD/LAU...
  • Lezrod (David Vélez) - Fear and Loathing in Rio/T...
  • Steady State Music (1993), de Wieland Samolak (I...
  • «::: Aida Severo, the free jazz ensemble led by p...
  • Operador de Cabine Polivalente (OCP) - In Shorts...

  • links

  • Improvisos ao Sul
  • Galeria Zé dos Bois
  • Crí­tica de Música
  • Tomajazz
  • PuroJazz
  • Oro Molido
  • Juan Beat
  • Almocreve das Petas
  • Intervenções Sonoras
  • Da Literatura
  • Hit da Breakz
  • Agenda Electrónica
  • Destination: Out
  • Taran's Free Jazz Hour
  • François Carrier, liens
  • Free Jazz Org
  • La Montaña Rusa
  • Descrita
  • Just Outside
  • BendingCorners
  • metropolis
  • Blentwell
  • artesonoro.org
  • Rui Eduardo Paes
  • Clube Mercado
  • Ayler Records
  • o zurret d'artal
  • Creative Sources Recordings
  • ((flur))
  • Esquilo
  • Insubordinations
  • Sonoridades
  • Test Tube
  • audEo info
  • Sobre Sites / Jazz
  • Blogo no Sapo/Artes & Letras
  • Abrupto
  • Blog do Lenhador
  • JazzLogical
  • O Sítio do Jazz
  • Indústrias Culturais
  • Ricardo.pt
  • Crónicas da Terra
  • Improv Podcasts
  • Creative Commons License
    Powered by Blogger