Image hosted by Photobucket.com
18.1.08
 

Miguel Sousa Tavares tem uma frase pintada nas paredes do Metro e em outdoors gigantes espalhados pela cidade, que também já vi escrita na contracapa do seu último best-seller: «Tenho medo que a liberdade se torne um vício». Não conheço o contexto da frase elevada a soundbyte para vender livros – e realmente vende, é moda, não há menina ou senhora que não se passeie com o tijolo um pouco por todo o lado. Mas, agarrar-se a gente à liberdade como algo vital não me parece que seja razão para sentir temor. Se ela passa à condição de indiferente isso é que dá que pensar. Liberdade é poder escolher, e escolher não é um vício. Não poder escolher é que é mau. É falta de liberdade. Isso é medonho. Mas não me importa discutir os medos e os vícios de Sousa Tavares ou das suas personagens. Nem me interessa a coça que Vasco Pulido Valente lhe deu ou tentou dar (não bate quem quer…) à conta dos erros e imprecisões históricas que alegadamente conspurcam as águas do Rio das Flores. Lembrei-me disto a propósito do “vício” em que se está a tornar a nova edição da netlabel italiana Zymogen. Falo de Tisza meets Dunav (zym018), novo ensaio electroacústico de Sasa Vojvodic, artista sonoro sérvio radicado em Paris, mais conhecido pelo nome artístico de Letna. Letna anda nesta vida há alguns anos. Além de curador da SEM label, desenha paisagens sonoras abstractas de refinada nostalgia e apurado sentido poético.

 


<< Home
jazz, música improvisada, electrónica, new music e tudo à volta

e-mail

eduardovchagas@hotmail.com

arquivo

Setembro 2004
Outubro 2004
Novembro 2004
Dezembro 2004
Janeiro 2005
Fevereiro 2005
Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Agosto 2009
Setembro 2009
Outubro 2009
Novembro 2009
Dezembro 2009
Janeiro 2010
Fevereiro 2010
Junho 2011
Maio 2012
Setembro 2012

previous posts

  • Ó que belo par! Não havia em CD desde 1993 (os LPs...
  • Fixar as coordenadas, estabelecer o lugar do Ense...
  • Para a minha Mãe, que partiu faz hoje um ano.
  • Vale a pena dar atenção ao tanto que se vai passan...
  • The Whole Shebang - How to Build a World-view; an ...
  • O Leitura Constante (ler é o melhor exercício) pub...
  • Da Bielorrússia (Minsk), KNYAZ MYSHKIN, uma novida...
  • VARIABLE GEOMETRY ORCHESTRA 16 JAN - 22h30 - MUSIC...
  • CD 1: DIE LIKE A DOG - Fragments of music, life an...
  • ANTHONY BRAXTON 12+1tet (Victoriaville) 2007 Thi...

  • links

  • Improvisos ao Sul
  • Galeria Zé dos Bois
  • Crí­tica de Música
  • Tomajazz
  • PuroJazz
  • Oro Molido
  • Juan Beat
  • Almocreve das Petas
  • Intervenções Sonoras
  • Da Literatura
  • Hit da Breakz
  • Agenda Electrónica
  • Destination: Out
  • Taran's Free Jazz Hour
  • François Carrier, liens
  • Free Jazz Org
  • La Montaña Rusa
  • Descrita
  • Just Outside
  • BendingCorners
  • metropolis
  • Blentwell
  • artesonoro.org
  • Rui Eduardo Paes
  • Clube Mercado
  • Ayler Records
  • o zurret d'artal
  • Creative Sources Recordings
  • ((flur))
  • Esquilo
  • Insubordinations
  • Sonoridades
  • Test Tube
  • audEo info
  • Sobre Sites / Jazz
  • Blogo no Sapo/Artes & Letras
  • Abrupto
  • Blog do Lenhador
  • JazzLogical
  • O Sítio do Jazz
  • Indústrias Culturais
  • Ricardo.pt
  • Crónicas da Terra
  • Improv Podcasts
  • Creative Commons License
    Powered by Blogger