Image hosted by Photobucket.com
7.11.07
 

Por junto, dei apenas duas demãos completas no Live at the Jazz Standard, do Dave Douglas Quintet na sua mais recente formação, com o jovem mas já bem desemburrado, Donny McCaslin, e os batidões Uri Caine, James Genus e Clarence Penn. Pouco escavei ainda, mas pelo que ouvi o disco não é nada de se deitar fora. Breves notas de prova, quase a vol d'oiseau: Douglas está na sua melhor forma, rápido, sensível e inteligente as usual, a comprovar (não é bem o termo, mas não tenho outro agora) uma vez mais que se pode fazer bom, tesudo e eventureiro jazz mainstream sem concessões, nem ter que andar a copiar o que os antigos fizeram no seu tempo, e a esse tempo pertence, sem prejuízo do respeito pela tradição. As composições, que vão do figurino "clássico" de Mr. Douglas, ao calipso e à latinidade, são todas originais recentes do trompetista. O quinteto, rodadíssimo, toca que se desunha, como seria de esperar, tanto nos tempos rápidos como na baladaria, inexcedível na arte de dizer em conjunto, em contraponto e fora dele, e na queda natural para a improvisação – tudo muito bem feito, profissional, mas com entrega de corpo e alma. A gravação, datada de 2006, captou bem o ambiente do Jazz Standard, clube de Nova Iorque onde Dave Douglas gravou as longas maratonas realizadas durante a residência que ali manteve entre 5 e 10 de Dezembro daquele ano, que vieram a desembocar num conjunto de 12 capítulos autónomos, disponíveis em mp3 via Musicstem; Dave Douglas trocou a trompete pela corneta, outro timbre, outras cores, diferentes do habitual; e, o que me cai particularmente bem, pessoalmente, Uri Caine toca piano eléctrico Fender Rhodes em todos os temas, lembra Chick Corea de outros tempos e fica a matar nesta faceta de Dave Douglas. Edição conjunta da Koch e da Greenleaf Music em CD duplo, 2007. Mesmo para quem, como é o meu caso, tem as prateleiras ajoujadas com discos de Dave Douglas (fora Masada e outros projectos continuados ou eventuais), enfim, a loucura do costume, este Live merece atenção e escuta deliciada. Melhor cenário... uhm... talvez depois de jantar, estirado no sofá, a pensar na morte da bezerra, por exemplo. Outra volta ao disco 2 e mais não digo, que tenho uma coisa ao lume.

 


<< Home
jazz, música improvisada, electrónica, new music e tudo à volta

e-mail

eduardovchagas@hotmail.com

arquivo

Setembro 2004
Outubro 2004
Novembro 2004
Dezembro 2004
Janeiro 2005
Fevereiro 2005
Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Agosto 2009
Setembro 2009
Outubro 2009
Novembro 2009
Dezembro 2009
Janeiro 2010
Fevereiro 2010
Junho 2011
Maio 2012
Setembro 2012

previous posts

  • Confesso que desta não estava à espera: em CD, a g...
  • Em concerto no Stralau, 68, Berlim (local entreta...
  • High energy outrageous music?! Não sei porquê… Bom...
  • O projecto canadiano NADJA (Aidan Baker e Leah Buc...
  • Outubro de 1982. Derek Bailey e Cyro Baptista enco...
  • A 6 de Novembro, na High Two Records, sai um disco...
  • Pianist and bandleader Sun Ra has been both ridicu...
  • Um, dois, pelas minhas contas aí vão três do DOPO...
  • Esta semana, no Jazz on 3: Basquiat Strings (Emma ...
  • Este é para o serão. Numa volta pelas prateleiras ...

  • links

  • Improvisos ao Sul
  • Galeria Zé dos Bois
  • Crí­tica de Música
  • Tomajazz
  • PuroJazz
  • Oro Molido
  • Juan Beat
  • Almocreve das Petas
  • Intervenções Sonoras
  • Da Literatura
  • Hit da Breakz
  • Agenda Electrónica
  • Destination: Out
  • Taran's Free Jazz Hour
  • François Carrier, liens
  • Free Jazz Org
  • La Montaña Rusa
  • Descrita
  • Just Outside
  • BendingCorners
  • metropolis
  • Blentwell
  • artesonoro.org
  • Rui Eduardo Paes
  • Clube Mercado
  • Ayler Records
  • o zurret d'artal
  • Creative Sources Recordings
  • ((flur))
  • Esquilo
  • Insubordinations
  • Sonoridades
  • Test Tube
  • audEo info
  • Sobre Sites / Jazz
  • Blogo no Sapo/Artes & Letras
  • Abrupto
  • Blog do Lenhador
  • JazzLogical
  • O Sítio do Jazz
  • Indústrias Culturais
  • Ricardo.pt
  • Crónicas da Terra
  • Improv Podcasts
  • Creative Commons License
    Powered by Blogger