Image hosted by Photobucket.com
26.10.07
 

Tch, tch, tch… mais de seis horas de festa negra. Mistura maligna de funk pesado com free jazz, groove e afro-jams até cair redondo de cu, ou de cu redondo, consoante os casos. Miles Davis nos anos 70, eléctrico, claro. E muito bom. Um fartote, mas ... repetido. Porque The Complete On the Corner Sessions inclui material já saído em edições e reedições, compilações e recompilações, por exemplo, do próprio On the Corner, versão simples, em Get Up With It, e em Big Fun. Mas também há outtakes, masters que ficaram a beberar até Teo Macero decidir que ficavam mesmo de fora, e material avulso, sobrante de muitas horas de estúdio, de entre 1972 e 1975. O melhor de tudo é que há inéditos com fartura, autênticas jóias milesianas que nunca antes tinham visto as luzes do dia ou da noite. Miles Davis, Michael Henderson, Mtume, Al Foster, Reggie Lucas, Dave Liebman, Carlos Garnett, Herbie Hancock, Chick Corea, Jack Dejohnette, Pete Cosey, Badal Roy, Bennie Maupin, John McLaughlin, e já chega para dar uma ideia da “fauna” que habita esta floresta. A edição da Columbia é da mesma ordem das que têm estado a sair, desde Bitches Brew até Live at The Cellar Door, oito se contei bem, uma deluxe box com 120 páginas de bonecada, fotografias e notas de Bob Belden, Tom Terrell e Paul Buckmaster. O “monstro” é caro, se tivermos em conta que, fora as novidades, que não são nada de descurar – e a Columbia, que a sabe toda, joga sempre com esse tipo de “isco” para agarrar o conhecedor pelas partes – o material mais importante ("há que dizê-lo com frontalidade") e interessante anda por aí a circular disperso nas reedições que entretanto têm estado a sair em catadupa, e pode assim ser encontrado noutras fontes, sem necessidade de esportular tanto graveto para ter a big picture lá em casa. Para fazer vista, afinal, porque é da experiência comum que, em matéria de caixas, quanto mais discos lá vierem dentro menos se ouvem. Paradoxal? Sim, e depois? O pacote complete, já era de esperar, inclui versões que nunca haviam sequer sido pensadas para publicação, pois que de meros esboços se tratava, conjuntos de ideias para trabalhar melhor se fosse caso disso. Mas pronto, juntas, a gula do consumidor e a avidez da editora são imparáveis. Para os incondicionais e coleccionadores é de não hesitar ou sequer olhar um segundo para trás. Para a turba, há que pensar nas prioridades, na quadra que se aproxima, nessas trivialidades. Mas uma boa e simples reedição de On the Corner já é coisa que se ouça com gosto. Mais barriga que ouvidos, para quê?!

 


<< Home
jazz, música improvisada, electrónica, new music e tudo à volta

e-mail

eduardovchagas@hotmail.com

arquivo

Setembro 2004
Outubro 2004
Novembro 2004
Dezembro 2004
Janeiro 2005
Fevereiro 2005
Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Agosto 2009
Setembro 2009
Outubro 2009
Novembro 2009
Dezembro 2009
Janeiro 2010
Fevereiro 2010
Junho 2011
Maio 2012
Setembro 2012

previous posts

  • The Ric Colbeck Quartet - The Sun Is Coming Up (Fo...
  • A OUVÊ trabalha de forma glocal. Isto é, localment...
  • Damian Stewart, aka Frey
  • Belo disco de piano solo, este Ghosts of Bernard H...
  • NÚMERO-PROJECTA '078º Festival International de Ci...
  • Guimarães JazzDepois do êxito das edições anterior...
  • Tales of Music and the Brain - Oliver Sachs wnyc.o...
  • Jason Corder (Off the Sky) de novo na netlabel ale...
  • Aqui vão algumas das 188 fotos que tirei em mais u...
  • THE STONE – ISSUE TWO Fred Frith and Chris Cutler ...

  • links

  • Improvisos ao Sul
  • Galeria Zé dos Bois
  • Crí­tica de Música
  • Tomajazz
  • PuroJazz
  • Oro Molido
  • Juan Beat
  • Almocreve das Petas
  • Intervenções Sonoras
  • Da Literatura
  • Hit da Breakz
  • Agenda Electrónica
  • Destination: Out
  • Taran's Free Jazz Hour
  • François Carrier, liens
  • Free Jazz Org
  • La Montaña Rusa
  • Descrita
  • Just Outside
  • BendingCorners
  • metropolis
  • Blentwell
  • artesonoro.org
  • Rui Eduardo Paes
  • Clube Mercado
  • Ayler Records
  • o zurret d'artal
  • Creative Sources Recordings
  • ((flur))
  • Esquilo
  • Insubordinations
  • Sonoridades
  • Test Tube
  • audEo info
  • Sobre Sites / Jazz
  • Blogo no Sapo/Artes & Letras
  • Abrupto
  • Blog do Lenhador
  • JazzLogical
  • O Sítio do Jazz
  • Indústrias Culturais
  • Ricardo.pt
  • Crónicas da Terra
  • Improv Podcasts
  • Creative Commons License
    Powered by Blogger