Image hosted by Photobucket.com
24.10.07
 

'Stephan

Belo disco de piano solo, este Ghosts of Bernard Herrmann, que Stephan Oliva (n. 1959) fez sair na Illusions. Aos onze títulos que os produtores Philippe Ghielmetti, Stéphane Oskeritzian e Gérard de Haro escolheram, Oliva acrescentou talento, leitura e improvisação, e a emoção que lhe advém da sua própria experiência cinéfila. Já em 1998 se atrevera a um primeiro olhar sobre Vertigo, no disco 4 da série Jazz'n (E)motion, na qual também participaram os pianistas Martial Solal, Steve Kuhn, Alain Jean-Marie e Paul Bley. Ghosts of Bernard Herrmann é um relato na primeira pessoa das impressões que lhe ficaram das imagens cinematográficas com as quais a música de Bernard Herrmann (1911-1975) tão intimamente se relaciona, a ponto de lhe (nos) dar a ver o invisível, ler o que se passa na mente das personagens, sentir o que elas sentem nos filmes de Joseph L. Mankiewicz (The Ghost and Mrs. Muir), Robert Wise (The Day the Earth Stood Still), Henry Levin (Journey to the Center of the Earth), François Truffaut (Fahrenheit 451), Henry King (The Snows of Kilimanjaro), Orson Welles (Citizen Kane), Alfred Hitchcock (Psico; Vertigo), Brian de Palma (Sisters; Obsession) e Martin Scorcese (Taxi Driver), tendo este último filme ficado como a obra derradeira de Herrmann.
Fazendo jus ao título, Oliva utiliza o piano como meio de convocar os fantasmas ligados tanto à personalidade musical de Bernard Herrmann, como à complexidade orquestral da sua música. Sem preocupações de fidelidade rigorosa à partitura original (o que designa por “deformações subjectivas da memória, da improvisação e da transposição para piano das obras orquestrais”), joga com a recriação de ambientes, a gestão do espaço e do silêncio, evoca os diferentes moods que para sempre ficaram colados às imagens dos mestres do cinema. A emoção cinéfila assim recuperada revela-se indestrinçável das imagens que a música serviu em primeira mão (ou de que as imagens se serviram), mas, ao mesmo tempo, ganha vida própria, torna-se autónoma e independente pelas mãos do pianista e compositor francês, considerado um dos melhores da sua geração, dentro e fora do jazz. Ghosts of Bernard Herrmann reflecte tanto a universalidade da música de Bernard Herrmann, como o enorme talento do pianista Stephan Oliva. Passei a acreditar em fantasmas desde que vi The Ghost and Mrs. Muir (O Fantasma Apaixonado), de Mankiewicz, filme de 1947. Agora conheço a parentela alargada. Luso-distribuição pela Dwitza!

 


<< Home
jazz, música improvisada, electrónica, new music e tudo à volta

e-mail

eduardovchagas@hotmail.com

arquivo

Setembro 2004
Outubro 2004
Novembro 2004
Dezembro 2004
Janeiro 2005
Fevereiro 2005
Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Agosto 2009
Setembro 2009
Outubro 2009
Novembro 2009
Dezembro 2009
Janeiro 2010
Fevereiro 2010
Junho 2011
Maio 2012
Setembro 2012

previous posts

  • NÚMERO-PROJECTA '078º Festival International de Ci...
  • Guimarães JazzDepois do êxito das edições anterior...
  • Tales of Music and the Brain - Oliver Sachs wnyc.o...
  • Jason Corder (Off the Sky) de novo na netlabel ale...
  • Aqui vão algumas das 188 fotos que tirei em mais u...
  • THE STONE – ISSUE TWO Fred Frith and Chris Cutler ...
  • Arthur Doyle plus 4 - Alabama Feeling Arthur Do...
  • A editora norte-americana Esp-Disk continua a dar ...
  • Don Cherry and the Musical MonstersLive at Willisa...
  • VARIABLE GEOMETRY ORCHESTRAGaleria ZDB, Lisboa. Sá...

  • links

  • Improvisos ao Sul
  • Galeria Zé dos Bois
  • Crí­tica de Música
  • Tomajazz
  • PuroJazz
  • Oro Molido
  • Juan Beat
  • Almocreve das Petas
  • Intervenções Sonoras
  • Da Literatura
  • Hit da Breakz
  • Agenda Electrónica
  • Destination: Out
  • Taran's Free Jazz Hour
  • François Carrier, liens
  • Free Jazz Org
  • La Montaña Rusa
  • Descrita
  • Just Outside
  • BendingCorners
  • metropolis
  • Blentwell
  • artesonoro.org
  • Rui Eduardo Paes
  • Clube Mercado
  • Ayler Records
  • o zurret d'artal
  • Creative Sources Recordings
  • ((flur))
  • Esquilo
  • Insubordinations
  • Sonoridades
  • Test Tube
  • audEo info
  • Sobre Sites / Jazz
  • Blogo no Sapo/Artes & Letras
  • Abrupto
  • Blog do Lenhador
  • JazzLogical
  • O Sítio do Jazz
  • Indústrias Culturais
  • Ricardo.pt
  • Crónicas da Terra
  • Improv Podcasts
  • Creative Commons License
    Powered by Blogger